Texto: Guilherme Ritsu | Fotos: Yeti OHP

 

Dia primeiro de abril é conhecido mundialmente como dia da mentira. Mas para os fãs do Yeti que se encontravam no Nagoya ell.SIZE era realidade: em pouco tempo eles poderiam ver a banda e ouvir suas músicas favoritas.

A casa de shows, com um clima intimista e aconchegante, fazia todos se esquecerem o frio que fazia lá fora, e o clima de ansiedade aumentava a cada minuto. Alguns fãs homens chegavam até mesmo a fazer exercícios de alongamento para se prepararem para o que estava prestes a acontecer.

E aconteceu: as luzes da casa se apagaram e um por um, os membros entraram no palco enquanto os fãs batiam palmas animados. O baterista Naoki ocupou sua posição ao fundo, o baixista Bikkey à esquerda do palco e o guitarrista Hideto à direita. Por fim, Satoshi entrou ao centro completando a formação do Yeti.

“Nagoya, esse é o primeiro dia da tour!” anunciou o vocalista, enquanto as primeiras notas de Welcome deram início ao show. A canção que dava boas-vindas para o público ao universo do Yeti serviu de aquecimento para a próxima, picasso, que os fãs receberam com empolgação enquanto pulavam e batiam palmas sincronizadamente. Satoshi cantava o rápido refrão num ritmo de tirar o fôlego. As palmas ficaram ainda mais altas durante o solo de guitarra de Hideto e seguiram-se constantes até o fim da canção.

Me emprestem suas vozes, Nagoya!!” gritou Satoshi quando a terceira música arrows teve início. Apesar da melodia indie-rock cativante, os fãs surpreendentemente faziam headbanging com força, mas Satoshi não parecia estar satisfeito e inicitava a platéia: “Ainda está pouco!!”. Com o fim da terceira música, o palco escureceu e não se ouviu nada além da música ambiente. Os fãs então encheram a casa com suas vozes chamando por seus membros favoritos, e o vocalista logo os atendeu.

Boa noite, nós somos o Yeti”. Ele então explicou que esse show se tratava do primeiro dia da primeira turnê solo do Yeti em 2017, e também o conceito por trás do seu nome “Re:quest”, tratando-se da turnê onde eles atenderam os pedidos dos fãs, que através de uma votação online elegeram suas músicas favoritas da banda.

Satoshi então pede desculpas antecipadamente caso ele erre alguma das letras, pois algumas das canções incluídas no repertório da noite não haviam sido tocadas há bastante tempo, inclusive a próxima música, que segundo o vocalista se tratava de uma faixa “nostálgica e com a letra muito difícil”. Assim deu-se início a ie, a primeira música lançada pela banda em 2012, recebida com entusiasmo pela platéia que se agitava ao som das pesadas guitarras. Bikkey apontou seu baixo para o público como se fosse uma pistola enquanto pulava animadamente pelo palco. O guitarrista Hideto então surpreendeu com um impecável solo de guitarra que foi completado com um grande sorriso em seu rosto.

O show prosseguiu com einstein que animou a noite com sua melodia pop-rock, fazendo os fãs dançarem pela pista. Em seguida, o local foi tomado pelo som de uma rua movimentada. Carros, buzinas, pessoas andando e conversando. Logo esses sons foram abafados pelos primeiros acordes de iq, onde Bikkey dedilhava seu baixo com maestria, fazendo com o que o som grave do instrumento se sobressaísse durante toda a música. Embalados pela doce e peculiar voz do vocalista Satoshi, a platéia continuou a assistir o show em silêncio a também comovente balada doc. As suaves batidas da bateria de Naoki construíram o clima da música juntamente com os acordes de violão de Satoshi. Durante o refrão, as batidas ganharam força e o vocalista elevou sua voz emocionando os fãs que não conseguiam tirar seus olhos do palco um minuto sequer.

Durante a balada, o público pareceu ter descansado o suficiente para continuar agitando o show em suas próximas canções. Em ハロウ (Hello) eles pulavam e erguiam suas mãos em direção ao palco sob o pesado som do baixo de Bikkey e dos dubsteps. O baixista continuou se destacando pelo seu som também na canção seguinte, xi-sai- onde juntamente com a bateria ritmada de Naoki construiu um groove que não deixou nenhum dos presentes ficar parado.

A banda então parou mais uma vez para lembrar os fãs de seus anúncios mais recentes, o lançamento de um novo mini-álbum em Junho, e também uma turnê em comemoração ao seu lançamento. Satoshi aproveitou o espaço para também apresentar seus colegas de banda. Hideto saudou os fãs e também os lembrou da viagem exclusiva para os membros do fã-clube da banda que acontecerá em agosto. Ao dizer que ficaria feliz se todos os presentes participassem da viagem, foi interrompido por Satoshi que argumentou: “Se todo o pessoal de Nagoya for, é melhor fazermos a viagem em Nagoya mesmo!” arrancando risos da platéia.

Bikkey sorridente disse que é melhor não conversar muito pois acabará se animando e não conseguiria entrar no clima da próxima canção, deixando todos os presentes na expectativa. Já o baterista Naoki, surpreendeu a todos com um rápido e habilidoso solo de bateria que foi recebido com grande ovação.

O vocalista então tomou o comando novamente para anunciar que a próxima música havia sido a segunda mais votada pelos fãs. Em grande expectativa, o público permaneceu calado e aos risos Satoshi pede uma reação melhor da platéia: “Eu vou falar de novo!! Foi a segunda música mais votada!!” satisfeito com as palmas e gritos contentes dos fãs, a banda deu início a suki. A elegante canção foi ouvida com atenção pelos fãs assim como postman em sua sequência.

O clima de calma logo foi interrompido por uso, onde os fãs socavam o ar ao ritmo dos pesados riffs de guitarra de Hideto enquanto Satoshi continuava a cantar com surpreendente sutileza. Sem deixar os fãs descansarem, limiter invadiu o Nagoya ell size trazendo sons de baixo distorcidos e mais dubsteps. Os fãs batiam palmas enquanto Satoshi se movimentava pelo palco numa peculiar dança.

Scissors iniciou com Bikkey mostrando que ainda tinha muito mais a oferecer com seu baixo enquanto pulava e dançava ao ritmo produzido pelos seus próprios dedos. Enquanto a bateria marcava o ritmo, Hideto batia cabeça fazendo com o que a atmosfera da casa ficasse cada vez mais selvagem.

Satoshi encarando a sorridente platéia declarou: “Eu vou usar toda a energia que vocês me deram hoje e transformar em poder para criar um novo mundo para vocês!”. Em seguida anunciou que a próxima música foi a 11ª mais votada, e confessou que ficou muito feliz e surpreso em saber da posição da canção por se tratar de uma das mais recentes da banda. Uma luz branca iluminou os membros que encantavam seu público com a canção Tomorrow land. “É uma música realmente boa, não é?” comentou o vocalista com aparente felicidade ao término da canção. 

ten to ten foi então recebida pela platéia com tamanha alegria e energia que não deixou dúvidas: essa fora a canção mais votada pelos fãs para ser tocada na turnê. Os membros surpresos com tal recepção pulavam pelo palco com sorrisos estampados em seus rostos. Bikkey chegou muito próximo a platéia para observar os rostos de seus fãs enquanto tocava. Nem sequer deixando tempo para respirar, Satoshi gritou: “Essa é a última música!

Animada, a platéia como se estivesse tentando dizer para a banda que ainda queriam mais, mostrou todo seu calor enquanto dançava e pulava ao som de music. A luz iluminava completamente o palco deixando o rosto dos integrantes da banda visíveis. “Vocês podem cantar comigo?” pediu o vocalista. Ao encerrar a canção, os integrantes logo deixaram o palco e sem perder tempo o público começou a pedir por bis.

Bikkey, Hideto e Naoki retornaram ao palco para o bis, trajando os moletons vendidos como goods da banda, e aproveitaram o momento para fazerem propaganda deles, incluindo o DVD que estava sendo lançado naquele mesmo dia.

Satoshi também voltou e ocupou sua posição no palco pronto para cantar as últimas músicas da setlist para o seus fãs. “Obrigado pelo bis. Essa música foi a primeira vez que fizemos som juntos como o Yeti. Por favor ouçam, door door”. A platéia se movimentava conforme a melodia que era ao mesmo tempo nostálgica e “fresca”, aproveitando cada momento final do concerto. Com o fim da canção, enquanto as primeiras notas de loop soavam pela casa, o vocalista anunciou “Essa é realmente a última!”.

Enquanto a platéia girava suas toalhas e pulava com toda a energia que lhes restavam, os membros também mostravam que ainda podiam mais. Bikkey pulava pelo palco enquanto Hideto batia a cabeça, sempre com um sorriso no rosto. Naoki mostrava toda sua maestria com as baquetas com uma expressão séria e Satoshi se divertia incentivando os fãs a girarem e pularem cada vez mais.

“Obrigado Nagoya!! Vocês são demais!!” gritou o vocalista ao fim da canção, que trazia consigo o fim do show. Os membros do Yeti então se despediram e presentearam seus fãs com palhetas, com grandes sorrisos estampados em seus rostos. Enquanto Satoshi, Hideto, Bikkey e Naoki expressavam sua imensa gratidão por cada um que se dirigiu ao Nagoya ell size aquela noite para ouvirem o som do Yeti, era nítido que o sentimento era mútuo. Os fãs também estavam extremamente gratos e satisfeitos por poderem compartilhar esse momento com a banda e curtirem suas canções favoritas numa turnê tão especial.

 

Após terminar a turnê 「Re:quest」o Yeti continua a todo gás, lançando um novo mini-álbum e botando o pé na estrada novamente para levar boa música pelo Japão todo. É definitivamente uma banda que você não pode deixar de acompanhar caso goste de música japonesa, não importando se é visual kei ou não.

Para mais informações, acesse o site oficial da banda
yeti-web.jp

Text: Guilherme Ritsu - English Translation: Danislene Cuin | Photos: Yeti OHP

 

April first is worldwide known as April Fools' Day, but for Yeti's fans in Nagoya Ell Size it wasn't a prank; soon they could see the band and hear their favorite songs.

The venue, with an intimate and cozy atmosphere, did everyone forget how cold it was outside. The anxiety atmosphere increased minute by minute. Some male fans even made stretching to prepare for what was about to happen. And it happened: lights in venue went out and one by one, the band members entered the stage while fans were clapping their hands cheerfully.

The drummer Naoki occupies his place in the back, bassist Bikkey to the left of the stage and the guitarist Hideto to the right. In the end, Satoshi comes in completing Yeti's formation.

"Nagoya, this is the tour's first day!" announces the vocalist while the first notes of “Welcome" starts the concert. The song which welcomed the audience into Yeti's universe was a warm-up for the next one, “Picasso”, which fans received with excitement while jumping and clapping hands synchronously. Satoshi sang the fast chorus in a breathtaking pace. The clapping became even louder during the Hideto's guitar solo and remained constant up to the song's end.

"Lend me your voices, Nagoya!" shouts out Satoshi when the third song "Arrows" begins. Despite the captivating indie-rock melody, the fans surprisingly were strongly headbanging, but Satoshi didn't seem to be satisfied and incited the audience, "It's still a little!!"

When the third song ends, the stage becomes dark and nothing is heard but ambient music. Then, the fans fill the venue with their voices calling out your favorite member and the vocalist quickly answers, "Good evening, we're Yeti!" So, he explained that this concert was the first day of Yeti's solo tour in 2017 and also about the concept behind the title "Re:quest", in the case the tour where they will meet requests of fans, who elected their favorite band's songs through an online voting.

After, Satoshi apologized himself if he misses some lyrics, because some songs included in this night's setlist haven't been played. Including next song, which according to the vocalist, was a track "nostalgic and with a very hard lyric." In this way "Ie" began, the first song released by the band in 2012 was received with enthusiasm by the audience which was excited with the heavy guitars.

Bikkey points his bass to the audience like that was a pistol and jumped around the stage cheerfully. Then, the guitarist Hideto surprises with a perfect guitar solo that was completed with a smile in his face.

The concert goes ahead with "Einstein", that cheers the night with this pop-rock melody, doing them dance by the floor. After, the place is taken by the sound of a busy street. Cars, horns, people walking and talking. Next, these sounds are suppressed by the first chords of "IQ", when Bikkey strums his bass masterfully, doing the bass sound stand out during the whole song. Involved by the sweet and peculiar Satoshi's voice, the audience continues to watch the concert in silence when the heart touching ballad "doc" is played. The Naoki's drums soft beats builds the song's atmosphere along Satoshi's guitar chords. During chorus, the beat gets power and the vocalist raises his voice thrilling the fans who couldn't take their eyes off the stage not even for a minute.

During this ballad the audience seemed to have rested enough to continue cheering the concert for the next songs. In "Hello", they have jumped and raised hands towards the stage under the Bikey's heavy bass sound and dubsteps. The bassist continues standing out for his sound in the next song, "xi-sai-" where along the Naoki's drums’ pace builds a groove that doesn't let any of the attendants stay stopped.

One more time the band draws fan's attention to its newest announces: the release of a new mini-album in June and also a tour for celebrate this release. Satoshi seizes the opportunity for introducing his bandmates. Hideto greets the fans and reminds them about exclusive travel for fan club members that will take place in August. When he said that he would be happy if everyone in the audience goes to the travel, he was interrupted by Satoshi who argues, "If everyone in Nagoya is coming, it's better to travel to Nagoya itself!" - taking laughs of the audience.

Bikkey, smiling, says that it's better not to talk too much because he would get too excited and couldn't get in the mood for the next song, what the attendants looked forward. The drummer Naoki surprises everyone with a quick and skillful drums solo that was received with a great ovation.

 

 

Then, the vocalist takes the control again to announce that the next song was the second most voted by fans. In great expectation, the audience stays in silence and smiling, Satoshi asks for a better reaction, "I'll say it again! It was the second most voted!" Satisfied with the fans' clapping hands and happy screams, the band starts "Suki". The graceful song is heard with attention by the fans as much as the next, "Postman".

The mood of calm is soon interrupted by “use” where fans punch the air to the rhythm of Hideto's heavy guitar riffs as Satoshi continues to sing with surprising subtlety. Without letting the fans rest, “limiter” invades the Nagoya Ell Size bringing distorted bass sounds and more dubsteps. The fans clap their hands as Satoshi moves around the stage in a peculiar dance.

 

“Scissors” begins with Bikkey showing that he still has a lot more to offer with his bass while jumping and dancing to the rhythm produced by his own fingers. As the drummer sets the rhythm, Hideto shakes his head, making the atmosphere of the house grow wilder and wilder. Satoshi staring at the smiling audience declares, "I'm going to use all the energy you gave me today and transform it into power to create a new world for you!" Then announces that the next song was the 11th most voted, and confesses that he was very happy and surprised to know the position of the song, because it is one of the latest band’s songs.

A white light illuminates the members that enchant your audience with the song “Tomorrow land”. "It's a really good song, isn't?" says the vocalist in apparent happiness at song’s end. “Ten to ten” is then received by the audience with such joy and energy that leaves no doubt: this was the song most voted by the fans to be played on the tour. The surprised members with that receptivity jumped across the stage with smiles stamped on their faces. Bikkey get very close to the audience to observe the faces of his fans as he plays.

Not even getting time to breathe, Satoshi shouts, "This is the last song!" Heartwarming, the audience as if trying to tell to the band that they still wants more, shows all their warmth dancing and jumping. The light completely illuminating the stage leaving the band members faces visible. "Can you sing with me?” asks the vocalist. When they have done the song, the members soon leave the stage and without lose time; the audience begins to ask by an encore.

Bikkey, Hideto, and Naoki returned to the stage for the encore, wearing the parka that were being sold as part of their merchandise, and seized the opportunity to advertise the goods, including the DVD that has been released that day. Satoshi also came back and took his position, ready to sing the setlist’s last songs to their fans. "Thanks for the encore. This song was the first we did together as Yeti. Please listen, door door. "

The audience moved according to the melody that was both nostalgic and "fresh", enjoying every second of the concert’s last moments. With the end of that song, and as the first notes of loop echoed through the house, the vocalist announced "This is really the last!".

As the audience spinned their towels and jumped with all the energy they had left, the members also showed they could still do more. Bikkey jumped across the stage as Hideto headbanged, always with a smile on his face. Naoki showed all his mastery with the drumsticks with a serious expression and Satoshi enjoyed himself encouraging the fans to spin and jump more and more.

"Thank you Nagoya!! You guys are awesome!!” the singer shouted at the end of the song, which brought the end of the show with him. Yeti's members then said goodbye and presented their fans with picks, with big smiles stamped on their faces.

While Satoshi, Hideto, Bikkey and Naoki expressed their immense gratitude to each one who went to Nagoya ell.SIZE that night to listen to Yeti’s songs, it was clear that the feeling was mutual. The fans were also extremely grateful and pleased to be able to share that moment with the band and enjoy their favorite songs on a such special tour.

 

After completing the tour 「Re: quest」 Yeti continues full throttle, releasing a new mini album and going to the road again to bring good music throughout Japan. It's definitely a band that you can’t help but follow if you like Japanese music, whether it's visual kei or not.

For more information about Yeti, please, visit:
yeti-web.jp

 

SETLIST

1. welcome
2. picasso
3. arrows
-MC-
4. ie
5. einstein
6. iq
7. doc
8. ハロウ (Hello)
9. xi-sai-
-MC-
10. suki
11. postman
12. uso
13. limiter
14. Scissors
-MC-
15. Tomorrow Land
16. ten to ten
17. music

ENCORE
en 1. door door
en 2. loop

 

[LANÇAMENTOS]

▼Yeti 6th mini album 『ハウル』(Howl)
Data: 31/05/2017
Preço: 2000 ien + tax

Tracklist:

1.吠える (Hoeru)
2.阿吽 (Aun)
3.無重力 (Mujuuryoku)
4.ガブリエル (Gabriel)
5.Contrast
6.ストレイト (Straight)

COMPRAR/ BUY

 

▼LIVE DVD ~Antitheses 2016-2017~「哲学。」at Daikanyama UNIT
Data: 31/05/2017
Preço: 4000 ienes (taxas incluídas)

Tracklist:
ナスカ (Naska)
哲学 (Tetsugaku)
xi-sai-
picasso
Life
森林に生息する (Shinrin ni seisoku suru)
◯◯と僕 (◯◯to boku)
ハロウ (Hello)
Unbalance
limiter
Scissors
cheese
Birthday
doc
einstein
151A
music
Tomorrow land
door door
if
high light
green
tear drop
loop

COMPRAR/ BUY

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui